ALOPATIA
HOMEOPATIA
FLORAIS
AROMATERAPIA

Alopatia

Homeopatia

Florais

Aromaterapia

gallery/nada
gallery/nada
gallery/nada

Aromaterapia

A Aromaterapia é um ramo da medicina fitoterápica,  que utiliza as propriedades de óleos essenciais como tratamento alternativo, preventivo e curativo.  Diversas civilizações antigas, como Egito, China, Índia, Grécia e Roma, fizeram uso das propriedades medicinais das plantas através de cosméticos, chás, banhos, óleos, incensos, etc. O termo "Aromaterapia" foi criado pelo químico francês René Gattefosse, que descobriu os poderes curativos do óleo de lavanda quando queimou as mãos no seu laboratório de perfumes e, para tentar aliviar a dor, ele usou sobre a queimadora um pouco de óleo de lavanda. René se impressionou com o resultado imediato e benéficos de cura e sem infecções.


Os óleos essenciais são substâncias aromáticas extraídas, principalmente, por destilação das folhas, cascas, rizomas, caules e sementes de plantas aromáticas. Os principios ativos contidos em cada óleo essencial possuem efeitos farmacológicos e que atuam sobre o sistema imunológico, cardiovascular, respiratório, linfático e geniturinário, etc. No nível psicológico, a Aromaterapia equilibra a mente e as emoções, ajudando a restabelecer a harmonia do todo. Através da inalação ou absorção, o óleo essencial promove um tratamento natural e com efeitos imediatos de equilibrio emocional e fisiológico.

 

Rene-Maurice Gattefossé

Engenheiro químico francês (1881-1950), é considerado o fundador da aromaterapia. Em 1910, após o tratamento alopático disponível na época ter falhado para tratar um grave ferimento que ele sofrera em seu laboratório, começou a se tratar com lavanda e isso o levou a se dedicar aos óleos essenciais pelo resto de sua vida.

gallery/nada